Seguidores

domingo, 27 de julho de 2014

LIMPANDO A VISTA

LIMPANDO A VISTA
*
Fui limpar a minha vista
Fui rever o meu lugar
Vi o dia amanhecendo
Vi a noite despertar
Vi tanta coisa bonita
Que você nem acredita
Mas mesmo assim vou contar.
*
Vi o boi da cara branca
Lá detrás do cajueiro,
Vi o jumento pastando
Pertinho do meu terreiro
Vi uma vaca parindo
Tudo isso eu acho lindo
É meu mundo verdadeiro.
*
Foi grande minha surpresa
Maior foi minha emoção
Dei de cara com um trem
De passagem na estação
Era ele o trem cargueiro
Pois o trem de passageiro
Sumiu de circulação.
*
Versos e fotos de Dalinha Catunda

domingo, 6 de julho de 2014

SELEÇÃO SEM NEYMAR

SELEÇÃO SEM NEYMAR
*
A seleção brasileira
Bem mais pobre vai ficar
Sem a presença marcante
Do nosso craque Neymar

Uma cruel joelhada
Bem na hora da jogada
Fez o craque desabar.
*
Mas nem tudo está perdido
Para nossa seleção
O sonho não acabou
É só ter disposição
Jogar com muita vontade
Pra tornar realidade
O sonho desta nação.
*

Versos de Dalinha Catunda

quinta-feira, 3 de julho de 2014

Aniversário da Independência dos Estados Unidos da América

Debra McKern Dalinha Catunda 
Mônica Rizzo, Debora McKern, Dalinha Catunda
Dalinha Catunda e Emily
Aniversário da Independência dos Estados Unidos da América
Na quarta-feira, dia 2 de julho de 2014, estive no clube Caiçaras, participando da recepção em comemoração ao 238º Aniversário da Independência dos Estados Unidos da América, o evento teve início as 19h.
Lá me encontrei com a amiga Debra McKern, que trabalha no consulado americano e com Mônica Rizzo Soares Pinto, diretora do Centro de Referência e Difusão da Fundação Biblioteca Nacional.
Dalinha Catunda

terça-feira, 1 de julho de 2014

ACORDA BRASIL!

ACORDA BRASIL!
*
O Brasil vem se arrastando
E eu querendo acreditar
Mas o bom senso me diz
Que não devo me animar
Pois com esta seleção
Desculpe-me Felipão,
O Brasil não vai ganhar!
*
Não estou torcendo contra
Também não sou pessimista,
Contudo vendo este time
Não posso ser otimista
Não sei bem se Felipão
Enganou-se na armação
Ou na escolha da lista.
*
Até agora o Brasil
Contou mesmo com a sorte
É assim que a seleção
Vai escapando da morte
Não adianta ter fé
Porque sem garra e sem pé
O Brasil fica sem norte.
*
Acorda Brasil, acorda!
Mostra que sabe jogar
A torcida é camarada
E gosta de festejar
Tire esse pé do chão
Alegre nossa nação
Faça a camisa suar.
*
Versos de Dalinha Catunda
Charge de Fausto, retirada do Blog Besta Fubana

terça-feira, 24 de junho de 2014

BATE-BOLA, ELMO NUNES & DALINHA CATUNDA



BATE-BOLA, ELMO NUNES & DALINHA CATUNDA

*

ELMO NUNES

A Dalinha narra um jogo
  Em forma de poesia
 Rezou tanto que deu certo
  Pelo menos esse dia
 Espera-se que da próxima
 Continue esta alegria.

*

DALINHA CATUNDA

Rezei uma Ave Maria,

Fiz promessa e oração

A coisa foi dando certo

E vindo a inspiração

Caprichei na ladainha

Guardei a Salve Rainha

Para a próxima ocasião.

*

ELMO NUNES

Salve Rainha é forte
  Pode rezar mesmo em pé
  É oração que nos lembra
  A Maria de Nazaré
 E a nós é concedido
 Por ela, qualquer pedido
  Mas, desde que tenha fé.

*

DALINHA CATUNDA

A fé é coisa que guardo

Bem dentro do coração

Benzo-me todos os dias

Não saio sem oração

Mesmo sem ser submissa

Eu gosto de ir a missa

Mas não suporto sermão.