Seguidores

segunda-feira, 5 de janeiro de 2009

RITO DE PASSAGEM



Rito de passagem

Dalinha Catunda

Vaqueiro bom de montaria.
Ela uma rês vadia,
Solta no agreste sertão.

Vivendo na mira do laço,
Um dia sem embaraço,
Será lançada ao chão.

Bezerra... quase novilha,
Cevada, que maravilha!
Chegara a ocasião.

O hábil vaqueiro ciente,
Que é hora de ferro quente,
Marca a novilha então.

Imagem retirada do amazonvaquejada.com.br

Um comentário:

technology disse...

Although there are differences in content, but I still want you to establish Links, I do not
fashion jewelry