Seguidores

quinta-feira, 7 de janeiro de 2010

TAPIOCA, SABOR DO NORDESTE



A TAPIOCA
*
É uma herança indígena,
Derivada da mandioca.
Guloseima que os índios,
Comiam em suas ocas.
E o nordestino adotou,
Por certo ele aprovou,
Em sua mesa a tapioca.
*
Quem jamais provou,
Precisa experimentar,
A tapioca de goma
Feita no meu Ceará.
Presença confirmada
Em todas as camadas,
Das terras de Alencar.
*
Há quem use na tapioca,
Novos ingredientes.
Recheada e colorida,
Com sabores diferentes.
Mas eu amo a tradicional,
Feita em minha terra natal,
Com sabor da minha gente.
*
Feita com a goma molhada.
E temperada apenas com sal.
Depois de úmida e peneirada
Dá-se continuidade ao ritual.
Com a frigideira bem quente
Destas que tem antiaderente
Conclui-se a receita afinal.
*
Frigideira estando no ponto,
Preste bastante atenção:
Coloque no fundo dela
Uma pequena porção
Da goma bem espalhada,
Que em seguida será virada
E está pronta a produção.
*
Mas tem só uma coisinha:
Eu não cheguei a explicar.
É que a boa tapioqueira
Sempre vira a tapioca no ar.
Se você não tem boa mão,
Nem quer sujar seu chão,
Invente seu jeito de virar.
*
Com um café quentinho
Eu comia em meu sertão,
Tapioca com muita nata,
Como manda a tradição.
E para ser muito sincera,
Tendo manteiga da terra,
Eu até dispensava o pão.
*
A tapioca é uma iguaria
Da culinária Nordestina.
Mas hoje já se espalhou,
Pois também é peregrina.
E percorre nos alforjes
Do nordestino que foge,
Buscando uma melhor sina.
*

Foto: 2.bp.blogspot.com/.../s400/tapioca2.jpg

8 comentários:

Chica disse...

Além de ler um lindo poema, fiquei com água na boca, pois adoooooooooooooooro tapioca! beijos,chica

SAM disse...

HAHAHAHAHAHAH Edison vai ficar como Chica! Com água na boca e fazer uma rapidinho!
Dalinha e tudo nestes versos gostosos de ler....Você é demais, amiga! Beijão.

* Tenho uma história engraçadíssima com a farinha de tapioca logo que casei. Te conto quando nos encontrarmos! Rsrs

SAM disse...

Boa viagem Dalinha!

Haaaaa e eu não sei? Prendada, farta e exigente! Sou testemunha! Tem que ser a moda de Dalinha e se possível, fogão a lenha! HAhahaahaha

Beijão, amiga linda.

Ricardo Aragão disse...

Amiga Dalinha, você é muito especial e inspiradora dos versos dos outros. Eu que o diga. Eis uma estrofe do que lhe escrevi no IPU EM CRÔNICAS, em resposta a essa sua "receita" de tapioca:

Até receita ela inventa
Jogando verso a granel
Como fazer malassada,
Que é gostoso pra dedel
E também a tapioca
Da cozinha de uma oca
Ela botou no papel


Um forte abraço!
Ricardo Aragão

Helinha disse...

Hummm...

Sempre quis aprender a fazer tapioca...

Agora, acho que vou arriscar!!

Depois te conto o resultado!!

Espero que não seja uma massa grudada no teto... rsrs

Beijos!

Anônimo disse...

Olá Dalinha, eu apreciu muito esse espaço, ou esse cantinho.
Gosto de tudo que você posta, mas essa TAPIOCA é de mais, e lembra muito minha mãe, eu acho até que essa maravilha teve origem no meu Piauí.

Um abraço

Luizinho Araujo.

藍正龍Blue disse...

AV,無碼,a片免費看,自拍貼圖,伊莉,微風論壇,成人聊天室,成人電影,成人文學,成人貼圖區,成人網站,一葉情貼圖片區,色情漫畫,言情小說,情色論壇,臺灣情色網,色情影片,色情,成人影城,080視訊聊天室,a片,A漫,h漫,麗的色遊戲,同志色教館,AV女優,SEX,咆哮小老鼠,85cc免費影片,正妹牆,ut聊天室,豆豆聊天室,聊天室,情色小說,aio,成人,微風成人,做愛,成人貼圖,18成人,嘟嘟成人網,aio交友愛情館,情色文學,色情小說,色情網站,情色,A片下載,嘟嘟情人色網,成人影片,成人圖片,成人文章,成人小說,成人漫畫,視訊聊天室,性愛,a片,AV女優,聊天室,情色

Pedro Monteiro disse...

Belas e tentadoras receitas, minha boca ficou cheia d'água!

Gostei muito do que vi
Assim, preciso dizer!
É certo que me deu fome,
Porém, preciso comer
É mesmo meu feijãozinho
Quando ele aparecer.