Seguidores

quarta-feira, 18 de junho de 2014

A SELEÇÃO NÃO DESARNOU

A SELEÇÃO NÃO DESARNOU
*
Peguei milho fiz pipoca
Me enfiei na minha toca
Deixei de lado a fofoca
Só pra ver a seleção,
Mas para meu sofrimento
Não vi gol nem movimento
Um estádio em desalento
Mostrava a televisão.
*
Versos de Dalinha Catunda
Imagem retirada do blog Besta Fubana

2 comentários:

LETRAS CARIOCAS * Editor: Antonio Cabral Filho - Rj disse...

Ilma Cordelista, comecei a ler cordel ainda criança, O Pavão Misterioso, e acabo de me encantar com a sua lírica, lendo este cordel-trovado de sua apresentação.Meus parabens!

Dalinha Catunda disse...

Olá Antônio,
É um prazer receber sua visita. O primeiro cordel que eu lembro de ouvir falar e muito foi o Pavã Misterioso. E foi o primeiro folheto que eu li.Obrigada pelo comentário.