Seguidores

domingo, 21 de setembro de 2014



O ARREBOL
*
Quando o sol devagarinho
Esconde-se pra dormir
Bem no alto da montanha
Vejo o astro rei sumir.
Encanta-me o pôr-do-sol,
A beleza do arrebol,
É difícil traduzir.
*
Não demora muito tempo
Transforma-se o infinito.
Uma lua prateada
Deixa o céu bem mais bonito.
Na natureza a magia
Arrebata e contagia,
No emanar de cada rito.
*
Versos e foto de Dalinha Catunda
Fotos no sítio em Cachoeiras de Macacu.

Um comentário:

✿ chica disse...

Maravilha de versos e fotos,Dalinha! um bj e linda primavera! bjs, chica