Seguidores

terça-feira, 10 de janeiro de 2012

EU VIVI! E VOCÊ?

Eu vivi! E você?

Hoje tenho o apoio,
De meu pai e minha mãe.
Saúdam-me meus amigos,
Abraçam-me meus irmãos,
Mas houve um tempo que eu era,
Apenas uma maldição.
*
Agora bem mais abastada
Do que nos tempos de outrora.
Os que me jogavam pedras,
Agora me chamam senhora.
E eu sou a mesma Dalinha,
Jamais mudei minha história.
*
Enquanto você passava,
Fingindo que não me via.
Fedia debaixo da terra,
O feto que fora um dia,
Um aborto de sua filha.
*
Você que dizia pro outros,
Que eu era Libidinosa!
Nunca estampou em seu rosto,
O sorriso de quem goza,
Nunca sentiu nas entranhas,
O orvalhar de uma rosa.
*
Se liberei a messalina,
Que havia dentro de mim,
Você sufocou seus gemidos
Noites e noites sem fim.
Será que valeu a pena,
Se resguardar tanto assim?
*
Seu sonho de ser bacante,
Não pode seguir adiante
Venceu seu falso pudor.
Hoje chora arrependida,
Invejando minha vida,
E vendo que o tempo passou.
*
Agora, triste e sombria,
Vendo sua vida vazia,
Por não ter o que colher.
Faz contagem regressiva,
Sabendo que só lhe resta,
Uns sete palmos de terra,
E vermes pra lhe comer.
*
Tudo isso aconteceu,
No sertão do Ceará.
Com uma jovem que ousou
Sua cidade enfrentar,
Tendo um filho quando muitas
Insistiam em abortar. 

*
Texto e foto de Dalinha Catunda

9 comentários:

✿ chica disse...

Fortes versos de uma mulher de verdade que assume e vive!!! Obrigado pelo carinho lá. O texto tinha entrado antes, mas amanhã estará lá, com tua bela participação. beijos,chica e feliz 2012! chica

Rosário Pinto disse...

A Dalinha que conheço
E confessa: "eu vivi!"
Não abandou seus sonhos
Ela diz: sobrevivi!
É ainda uma menina,
e daquelas bem traquina,
Passeando, aqui e ali.

Mulher forte e competente, transforma a dor em poesia.
Te gosto,

Lúcia Bezerra de Paiva disse...

Maravilhosa Dalinha!
Autêntica e Viva Dalinha!
Bravo!

Feliz 2012!
Um xêro,
da Lúcia

Karen Laissa disse...

Nuss Dalinha que versos cheios de vida, parabéns a essa moça que teve o prvilégio de trazer ao mundo uma vida. Gostei muito do poema, está de parabéns.

Jose Franklin disse...

Lindo texto, Dalinha.

Tereza Mourão disse...

Belos versos querida amiga, e também com a certeza de que fizeste a coisa certa, e que em 7/1/2012 no seu lindo sítio te reencontrei muito feliz na realização do casamento de teu primeiro filho, o que citas nos versos, e o mais emocionante para mim, foi vê-la entrando na igreja sentindo-se realizada, claro, mas com tanta emoção nos olhos, tanto seu como do Paulinho que na foto que tirei captei toda esta emoção, o brilho de uma lágrima que queria sair naquele momento. E também ver a alegria e emoção de seu pai,o querido amigo Expedito Catunda aos 97 anos e sua mãe no casamento do neto querido. Fiquei muito feliz em ter sido convidada para este casamento na nossa querida Ipueiras. Parabéns amiga, você merece tudo de bom, por saber criar seus filhos e também ao novo casal, só tenho a desejar um mundo de felicidades. Bjos no seu coração e até breve.

Tereza Mourão disse...

Belos versos querida amiga, e também com a certeza de que fizeste a coisa certa, e que em 7/1/2012 no seu lindo sítio te reencontrei muito feliz na realização do casamento de teu primeiro filho, o que citas nos versos, e o mais emocionante para mim, foi vê-la entrando na igreja sentindo-se realizada, claro, mas com tanta emoção nos olhos, tanto seu como do Paulinho que na foto que tirei captei toda esta emoção, o brilho de uma lágrima que queria sair naquele momento. E também ver a alegria e emoção de seu pai,o querido amigo Expedito Catunda aos 97 anos e sua mãe no casamento do neto querido. Fiquei muito feliz em ter sido convidada para este casamento na nossa querida Ipueiras. Parabéns amiga, você merece tudo de bom, por saber criar seus filhos e também ao novo casal, só tenho a desejar um mundo de felicidades. Bjos no seu coração e até breve.

Tereza Mourão disse...

Belos versos querida amiga, e também com a certeza de que fizeste a coisa certa, e que em 7/1/2012 no seu lindo sítio te reencontrei muito feliz na realização do casamento de teu primeiro filho, o que citas nos versos, e o mais emocionante para mim, foi vê-la entrando na igreja sentindo-se realizada, claro, mas com tanta emoção nos olhos, tanto seu como do Paulinho que na foto que tirei captei toda esta emoção, o brilho de uma lágrima que queria sair naquele momento. E também ver a alegria e emoção de seu pai,o querido amigo Expedito Catunda aos 97 anos e sua mãe no casamento do neto querido. Fiquei muito feliz em ter sido convidada para este casamento na nossa querida Ipueiras. Parabéns amiga, você merece tudo de bom, por saber criar seus filhos e também ao novo casal, só tenho a desejar um mundo de felicidades. Bjos no seu coração e até breve.

Tereza Mourão disse...

Belos versos querida amiga, e também com a certeza de que fizeste a coisa certa, e que em 7/1/2012 no seu lindo sítio te reencontrei muito feliz na realização do casamento de teu primeiro filho, o que citas nos versos, e o mais emocionante para mim, foi vê-la entrando na igreja sentindo-se realizada, claro, mas com tanta emoção nos olhos, tanto seu como do Paulinho que na foto que tirei captei toda esta emoção, o brilho de uma lágrima que queria sair naquele momento. E também ver a alegria e emoção de seu pai,o querido amigo Expedito Catunda aos 97 anos e sua mãe no casamento do neto querido. Fiquei muito feliz em ter sido convidada para este casamento na nossa querida Ipueiras. Parabéns amiga, você merece tudo de bom, por saber criar seus filhos e também ao novo casal, só tenho a desejar um mundo de felicidades. Bjos no seu coração e até breve.