Seguidores

terça-feira, 27 de novembro de 2012

NOTA DE PESAR

Espedito Catunda


MEU ADEUS A MEU PAI
Quando saí de Ipueiras me despedi de você. Notei que Jesus lhe chamava, isso eu bem pude ver. Lhe abracei, lhe beijei e você me reconheceu, mas ali eu já sabia, era meu último adeus.
Minha irmã lhe avisou que eu estava para voltar e você respondeu: “Ainda vai dar tempo de eu ver ela”
Deu tempo, sim meu pai! Você foi com o meu beijo, você foi com meu abraço e aqui fico eu, com meu choro, com minha saudade e minha dor.
E o que eu posso dizer para o senhor? O que sempre ouvi de sua boca: SEJA FELIZ!!!
Dalinha Catunda

17 comentários:

✿ chica disse...

Meus sentimentos,Dalinha! E ele foi feliz conseguindo se despedir...Fiquem bem! beijos,chica

Jadson Xavier (JATÃO) disse...

MINHA INESTIMÁVEL AMIGA
SEU CORAÇÃO CHORA COM DOR
É A DOR DA SAUDADE
DE ALGUÉM QUE NOS DEIXOU
PRA FAZER MORADA NO CÉU
POIS AQUI CUMPRIU SEU PAPEL
RECEBENDO O CHAMADO DO SENHOR

FORÇA GRANDE GUERREIRA
SÓ NOS RESTA AGORA REZAR
PEDINDO AO SALVADOR
QUE VENHA A ELE PERDOAR
PRA FAMÍLIA FICA A ALEGRIA
DE SABER QUE ELE UM DIA
ESTAVA AQUI PARA VOS ENSINAR

ABRAÇO FORTE MINHA AMIGA
JATÃO VAQUEIRO

Bérgson Frota disse...

Dalinha compartilho sua dor, o meu pai partiu mais cedo, mais cedo nos deixou, o seu ficou mais um tempinho talvez para colher o amor que todos vocês, filhos e esposa bem souberam-no dar. Junto ao Pai Celestial chega hoje a alma de um justo e bom homem, só saudades e lágrimas, um sentimento de perda sem nome que só o tempo há de curar.

do amigo de sempre Bérgson Frota

Nelcima De Morais disse...

Meus sentimentos, Dalinha!bjos!

Nelcima De Morais disse...

Meus sentimentos, Dalinha! bjos!

Gracita disse...

Meus sentimentos Dalinha.
Que Deus te dê o conforto amiga. Beijos!
Gracita

Fred Monteiro da Cruz disse...

Meus sentimentos Dalinha.. e muita Paz ao Sr Expedito.

Dalinha, eu avalio a tua dor
pois faz dois anos eu perdi meu pai
um grande amigo, irmão, um professor
a gente sofre quando ele se vai

A vida é mesmo cheia de surpresa
e ainda assim ela nos surpreende
mesmo sabendo que é da natureza
que um pai se vá, quando ao destino atende

Sei que te sentes , como eu me sentia
sentindo a falta da sua mão sem jeito
com tantos calos do labor do dia
mas tanto amor havia no seu peito

que transmitia com sua voz forte
ninando o filho numa noite insone
mais adiante lhe mostrando o norte
Esse querido e eterno cicerone

Ele se foi, mas deixou seu carinho
impregnando toda a tua alma
te resta agora esse chorar baixinho
e da Vitória estender-lhe a Palma

Dalinha Catunda disse...

Olá Chica,
Grata pelo carinho. Graça a Deus conseguir abraçar e beijar meu pai e vê-lo com lucidez.
Bjim

Dalinha Catunda disse...

Amigo Jatão
Obrigada pelos versos e pelo carinho nesta hora.
Meu abraço

Dalinha Catunda disse...

Querida Nelcimá,
Muito obrigada,
Meu beijo

Dalinha Catunda disse...

Olá Bérgson,
Eu sei o que foi a dor de vocês, que hoje é a minha.
Obrigada pelas palavras direcionadas a meu pai. É bom receber seu abraço nesta hora.

Dalinha Catunda disse...

Obrigada Gracita,
Com certeza ele dará.
Meu abraço

Dalinha Catunda disse...

Olá Fred,
A gente sabe que esta hora chegará, mas é inevitável o choro, o lamento e a saudade.
Obrigada, amigo.

Coisinhas Daqui e Dali. disse...

Sinto muito querida!
Beijo.

Dalinha Catunda disse...

Olá Marcia,
Obrigada pelo carinho.
Bjs

Anônimo disse...

Meu sincero pesar e a certeza de que
Deus nos proverá sempre. Abraços!

Bastinha Job

Dalinha Catunda disse...

Querida Bastinha,
Obrigada pelo carinho.
Beijos