Seguidores

quarta-feira, 12 de fevereiro de 2014

A CARA DO BRASIL

A CARA DO BRASIL
*
O povo já está cansado
Com a falta de punição
Padece a população
Num Brasil desgovernado
Onde o povo é obrigado
A fazer sua própria lei,
E se é correto, não sei,
Mas onde falta o poder
A desordem se prever
No seio de cada grei.
*
O caos já foi decretado
E nas manifestações
Se abate gente a rojões,
Ônibus é incendiado,
Ladrão em poste amarrado,
E um sossego moribundo
Espera a copa do mundo
Nesta terra antes gentil
No degradado Brasil
Que no desmando vai fundo.
*
Do que adianta prender
Se a justiça vai e solta
Precisamos de escolta
Que possa nos defender
Desta corja do poder
Que tem caneta na mão
Do político ladrão
Que é o exemplo maior
Do que se tem de pior
Nesta falida nação.
*
Sei que: “quem com ferro fere
Com ferro será ferido”
Se existe caça ao bandido
Ao descaso se confere
Não há nada que se espere
Deste reino da baderna
Onde o homem da caverna
Teve que ressuscitar
Pra combater e matar
Em onda nada fraterna.
*
Texto de Dalinha Catunda          

2 comentários:

✿ chica disse...

Lindo cordel, cheiiiiinho de boas verdades!!Adorei! bjs,chica

Cidália Ferreira disse...

Gostei de ler..

Beijinho
http://coisasdeumavida172.blogspot.pt/