Seguidores

quarta-feira, 26 de fevereiro de 2014

DE OLHO NO PÉ

DE OLHO NO PÉ
*
Eu sou cacimba de verso
Dela tiro cada rima,
E mesmo sem obra prima
Navego neste universo
Talvez um tanto diverso
Por isso tomo cuidado,
Pois eu sei que pé quebrado
Abrevia a caminhada
De quem se lança na estrada
Sem cuidar bem do traçado.
*
 Dalinha Catunda

2 comentários:

Ricardo- águialivre disse...

Simplesmente divinal...adorei ler...fantástico poema

Cumprimentos
*******************************
http://pensamentosedevaneiosdoaguialivre.blogspot.pt/

Cidália Ferreira disse...

Boa noite


Maravilhosos de ler

Beijos

http://coisasdeumavida172.blogspot.pt/