Seguidores

quinta-feira, 28 de maio de 2020

A DUPLINHA NO MOTE DE HELIODORO MORAIS




"UMA PORCA PERDE A ROSCA
MAS NÃO ENTRA EM PARAFUSO"
*
GLOSA DE BASTINHA JOB
Eu já perdi o juízo
Porém doida não fiquei;
Maus momentos já passei
Mas do pranto fiz sorriso
Do inferno fiz paraíso.,
Da moda que eu fiz uso
É mel em que me lambuzo
E fez minha rima fosca:
"UMA PORCA PERDE A ROSCA
MAS NÃO ENTRA EM PARAFUSO"
*
GLOSA DE DALINHA CATUNDA
Sempre fui muito teimosa
Assim minha mãe dizia.
Dessa minha teimosia
Nunca ficou orgulhosa.
Eu seguia toda prosa,
Deixando o povo confuso,
Destilava meu abuso,
Com minha linguagem tosca:
"UMA PORCA PERDE A ROSCA
MAS NÃO ENTRA EM PARAFUSO"
*
MOTE DE HELIODORO MORAIS
 dalinhaac@gmail.com