Seguidores

segunda-feira, 24 de maio de 2010

O CÉU DA MINHA TERRA

Paisagem do sitio Cantinho da Dalinha Em Ipueiras-Ceará




Final de tarde no meu sítio em Ipueiras-Ceará

Fotos e texto: Dalinha Catunda

O CÉU DA MINHA TERRA

Existe um céu azulado,
Em minha terra querida.
De alvas nuvens bordado,
Que me deixa aturdida.
Cheia de arte a natureza
Mostra toda sua riqueza,
Nessa paisagem da vida!

No espelho das águas,
Vejo meu céu retratado.
Por isso falo que o açude,
É o meu lago encantado.
Nele, vejo a lua e o sol,
E a beleza do arrebol.
O céu e seu manto sagrado.

Nasci na terra do sol,
Que de luz é coroada.
O céu da minha cidade,
Me deixa enamorada.
Aquele sol do sertão
Mexe com meu coração,
Minha terra é abençoada!

Na hora da ave-maria,
Vejo o sol esmorecer.
Detrás da serra grande
Vejo o astro se esconder,
Deixando a vermelhidão,
Nesse escarlate do sertão,
Vejo um céu de entontecer!

Quando anoitece enfim,
É maravilhoso observar,
Um bando de vagalumes,
Piscando fagueiros no ar,
E as estrelas lá no céu
Invejando o escarcéu
Danam-se também a brilhar.

Sob o céu do Ceará nasci.
Ipueiras é o meu recanto.
Me olhar apaixonado,
É um olhar de encanto.
Espalho pelo Nordeste
Esse meu olhar campestre,
Que distante só é pranto.

Olá amigos,
Passei uns dias no Ceará, mas já estou aqui para rever virtualmente os amigos.
Meu abraço a todos

11 comentários:

Ana Paula Marinho disse...

Olá Dalinha! Já estava com saudades de visitar seu espaço. Sempre quando venho aqui me encanto com a graciosidade de seus escritos. Esse então... ficou maravilhoso! E sem contar neste lindo sítio que tens...
Parabéns pelas belas palavras aqui escritas, pois são pessoas como você que não deixam a poesia morrer. Grande beijo.

Santa Cruz disse...

Olá Dalinha: Linda Psaisagem e lido poema, nossa terra é tudo para nós adorei menina, esse teu sitio é maravilhoso e tua escrita ainda melhor.
Um beijo meu anjo
Santa Cruz

Alvaro Oliveira disse...

Olá amiga Dalinha

De regresso ao convivio dos amigos, não podia deixar de marcar
minha presença em seu espaço.

Lindo poema, que adorei.

Beijos

Alvaro

Chica disse...

Que coisa mais linda, tanto o poema quanto as imagens.Saudades!um beijos e bom te ver de volta!chica

SAM disse...

Dalinha,

em cara verso sinto o seu coração pulsar. Lindo poema, amiga.


Beijos nossos.

Vieira Calado disse...

parece um lugar

de grande tranquilidade.

Como eu gosto.

Bjs

CESAR CRUZ disse...

Que fotos e que poema acolhedor (res)!
Parabéns, Dalinha!

bjs paulistas pra vc
Cesar Cruz

João Alberto disse...

Olá Dalinha,
Linda homenagem a esse paraíso de lugar. As paisagens são maravilhosas e encantadoras, e acompanhada de seus belos versos fica cada vez melhor.
Bom retorno e muito sucesso.
Grande abraço.

São disse...

Que bom poder rever esse céu cearense!
Agradeço muito.

Um abraço.

Vieira Calado disse...

Obrigado pelo seu comentário no meu blog.

Como diz,

ladrões é o que mais há...

Mas os piores são os de gravata.

Bjs

Valter Montani disse...

Passei para deixar o meu bom dia, com amor e poesia:

"Aos pássaros Deus deu o vôo e o canto, aos que amam Ele dá o sonho e o encanto. Quem ama de verdade não consegue voar,porém de tão leve espírito, chega até a flutuar"

©Valter Montani