Seguidores

sexta-feira, 7 de junho de 2013

EU O POETA E O MENINO

EU O POETA E O MENINO
*
Aquele antigo sobrado
Que eu via e achava belo
Mais parecia um castelo
Onde tudo era encantado
Onde um poeta afamado
Cheio de sonhos vivia
A musa e a fantasia
Povoavam sua mente
Ali plantou a semente
E viu brotar poesia.
*
O antigo casarão
Inda hoje me fascina
Guardo no olhar de menina
O castelo com emoção
Saudosa recordação
De um poeta inspirado
Que ali viveu no passado
Falando de pirilampos,
Das borboletas nos campos
E do luar prateado.
*
Nesse castelo encantado
Eu conheci um menino
Com seu jeitinho ladino
Ele sentava ao meu lado
Com o violão afinado
Ao cantar me seduzia
Era tamanha a magia
Que de cantiga em cantiga
Fui ficando sua amiga
E ainda sou hoje em dia.
*
O castelo ainda me encanta,
Esta no céu o poeta.
O menino tem sua meta
Tanto compõe como canta
A minha emoção é tanta
Pois sei também versejar
Quero minha terra cantar
Mostrar o meu universo
Cantando em cada verso
Como meu mestre mandar.
*
Neste texto presto minha homenagem ao poeta Costa Matos
E ao cantor e compositor Carlitto Matos.
Texto e foto de Dalinha Catunda

4 comentários:

Ricardo/águia_livre disse...

Bom dia ... Boa tarde ... Boa noite

Bonito blogue onde a harmonia das palavras se enlaça em frases perfeitas. Poema lindíssimo. Gostei de ver e ler. Parabéns.

Gostava que visitassem e, querendo, se fizessem seguidos/as. Fica o meu agradecimento. Obrigado.

http://pensamentosedevaneiosdoaguialivre.blogspot.pt/
********************
Fiquei seguidor

Linkei o endereço deste fantástico blogue, no meu ( Pensamentos e devaneios)
*****
Deixo cumprimentos

Diácono Gomes Santa Cruz disse...

Dalinha: Hoje estou feliz por duas maneiras por te encontrar de novo e pelo lindo poema que escreveste.
Desculpa beijinhos
Santa Cruz

Cidália Ferreira disse...

Boa noite
Lindo poema..Cantinho fantástico
Adorei
Gostava que me visitasse Aqui:http://coisasdeumavida172.blogspot.pt/

Linkei o seu blogue ao meu.
beijo

Ricardo/águia_livre disse...

Poema Lindíssimo. Adorei ler.