Seguidores

quarta-feira, 13 de fevereiro de 2019

MULHERES CORDELISTAS DO VIRTUAL AO IMPRESSO














A boa surpresa de Vânia Freitas, no VI ENCONTRO DE POETAS CORDELISTAS NA CIDADE DE IPUEIRAS.
A cordelista, Vânia Freitas, que sempre se dispõe a participar da troca de versos, das pelejas virtuais, achou pouco participar desses desafios apenas via internet e se dispôs a editar dois cordéis com motes de mulheres.
Glosando o mote de minha autoria: BIQUEIRA FAZ MELODIA/QUANDO O PINGO CAI NO CHÃO,
Mote esse, por duas vezes glosado em minha página, no face, Vânia fez um apanhado e editou um cordel.
Mote de Dalinha Catunda desenvolvido em 2017, pelos seguintes autores:
Dalinha Catunda
Raiz Nordestina (Zé Ferreira)
Davi Ferreira
José Lacerda
Rainilton Viana
Edson Francisco
Vânia Freitas
Luiz Ferreira Liminha
Em 2019 o mote voltou a ser apresentado e glosado com participação dos seguintes autores:
Dalinha Catunda
Bastinha Job
Gevanildo Almeida
Antônio Cassiano
Silvano Lyra
Tata Brito
Sueli Diniz
Chico Mulungu.
O segundo mote glosado foi da autoria de Vânia Freitas:
VINHO QUE POETA BEBE/ É VINHO DE INSPIRAÇÃO.
Poetas que acompanharam Vânia nesse mote:
José Fonseca
David Ferreira
Dalinha Catunda
Bastinha Job
Socorro Alencar
Josy Maria
Maria Luciene
Rosário Pinto.
Agradecer a  poetisa Vânia Freitas, o presente, e dizer que já estão em minha Cordelteca em Ipueiras. Foi uma ótima surpresa. Você é uma cordelista, que participa, que interage e que nos encanta sempre.
Dalinha Catunda cad. 25 da ABLC
dalinhaac@gmail.com