Seguidores

quarta-feira, 10 de outubro de 2007

IPUEIRAS UMA PAIXÃO


Essa é minha homenagem a Ipueiras pelos seus 124 anos. Mais uma vez estarei em minha cidade. Um abraço a todos e até a volta. O aniversário de Ipueiras é no dia 25 de outubro.


Ipueiras, uma paixão

Sou nativa desta terra,
Dela não abro mão.
Quando enterrei meu umbigo,
Criei raiz neste chão.
Não troco por nada no mundo,
Meu pequenino rincão.

Cercada de morros e serras,
Sua paisagem é um primor.
Seria uma obra prima,
Se a retratasse um pintor,
Lá do alto onde se encontra,
Nosso Cristo Redentor.

Obra de Mestre Pedro Frutuoso,
Vê-se o arco triunfal.
Uma homenagem a virgem,
Peregrina de Portugal.
É a coroação de Fátima,
Uma festa sem igual.

Imponente lá no morro,
A imagem do Redentor.
Cristo de braços abertos,
Nosso eterno protetor.
A natureza abriga,
A arte de um escultor.

A igreja e sua torre,
Um sino a badalar.
Meninos jogando bola,
Na rua, no patamar.
São as fragrantes saudades,
Perfumando meu lembrar.

Uma ponte corta o rio,
Uma saudade corta o ar.
Sou uma cacimba cavada,
No leito do Jatobá.
A água que brota é o pranto,
Que choro distante de lá.

É assim minha Ipueiras,
Berço da felicidade.
Onde vivi minha infância,
E gozei a mocidade.
Ficar distante é portanto,
Viver remoendo saudades

5 comentários:

Anônimo disse...

Sua e de todos os que nela viveram, mesmo que por uma pequena parte das suas vidas, trazem as lembranças de uma terra abençoada e acolhedora,parabéns. Feliz aniversários à Terra das Carnaúbas.

Bérgson Frota

Jean Kleber Mattos disse...

Este autêntico movimento de valorização de Ipueiras terá importantes conseqüências. E Dalinha pode se orgulhar de sua decisiva e bela contribuição.Parabéns

Carlos Roberto Lemberg disse...

Minha querida Poetisa e amiga
Dalinha

Gostei muito do Blog e li alguns textos, confesso que li tudo o que desejava, mas aqui estarei voltando inúmeras vezes.
Parabéns pela linda Poeisa em homenagem a Ipueiras tua terra natal.

Kleber Catunda disse...

Dalinha, Como sempre você emociona.
A sua poesia sempre expõe a alma do cidadão ipueirense. Parabéns.

o moço da bodega™ disse...

Nossa terra, por mais que seja sofrida pelos descasos dos governantes, causa nos poetas uma paixão imensurável e se transforma em suas estrofes, a terra mais linda e mais doce do mundo.
Parabéns a você pelos versos e a esta bela cidade, que enriquece nosso Ceará.