Seguidores

domingo, 4 de outubro de 2009

O CANCÃO DA FLORESTA


Foto e Texto de Dalinha Catunda

O CANCÃO DA FLORESTA

_ Venha cá dona Maria,
Venha logo me contar,
A história do cancão,
Que vive a lhe aperrear.
Come os ovos das galinhas,
De raiva quer lhe matar.

_ Minha filha esse bicho,
Parece pintura do cão.
Só deixa no meu terreiro,
Ovo furado no chão.
Eu falto é morrer de raiva,
Com esse maldito cancão.

Era assim que eu ouvia,
As queixas de dona Maria,
E sonhava em conhecer,
O cancão que os ovos comia,
Mas o bicho era esperto,
Se via gente sumia.

Um dia eu tive a sorte
De cruzar com o cancão.
Em cima de uma goiabeira,
E foi grande a satisfação.
Pois fotografei a tal Ave
Tão falada em meu sertão.


Dia 05 de outubro é o dia da AVE, por isso estou homenageando essa ave tão admirada em meu sertão.

6 comentários:

Chica disse...

Que lindo poema para essa ave daí. Posso publicá-la em meu blog infantil?Aguardo teu consentimento:

rtazza@gmail.com

Será um prazer!beijos,chica.

Dalinha Catunda disse...

Olá Chica,
Pode sim, aliás é um prazer participar de blogs tão bem cuidados e frequentados como os seus.
Publico histórias infantis(como colaboradora) No jornal Diario do Nordeste de Fortaleza.
Beijos,
Dalinha

VANUZA PANTALEÃO disse...

Dalinha, boa tarde!
Vim lá da nossa amiga Sam e a vejo aqui comemorando "O Dia da Ave". Maravilhoso poema e imagem. Mas o que me causou mais contentamento foi que andei postando sobre os nossos queridos pássaros, seria coincidência?
Nossa, e tem mais: o sobrenome Catunda nos é familiar, pois tive um professor na Faculdade de Direito com esse mesmo sobrenome...
No mais, parabéns!!!Bjs

SAM disse...

Dalinha...Que delícia ler este poema. Li tão feliz! Obrigada.

Beijos, com carinho.

Bérgson Frota disse...

A Canção da Floresta faz-me lembrar de fato destas aves e do que faziam. Grande sensibilidade da autora em captar estes momentos passados e deles fazer bela poesia.

João Alberto disse...

Belo poema Dalinha. Os pássaros Cancão comem de tudo, mas adoram ovos. Encontrando um ninho fazem um verdadeiro estrago.
Grande abraço.