Seguidores

quarta-feira, 10 de agosto de 2011

Estação Cordel - Palmas


ESTAÇÃO CORDEL – PALMAS – TO

A Estação Cordel na FLIT, Feira Literária Internacional do Tocantins,
Foi parada obrigatória para os amantes da cultura popular.

O cordel teve seus dias de Gloria na praça dos girassóis com a presença de muitos cordelistas vindos de diferentes partes do Brasil.

Uma platéia calorosa, bem participativa completava o espetáculo nas sucessivas noites em que o cordel se fez presente em Palmas.

Em minha opinião, a receptividade que tivemos deve-se ao grande numero de nordestinos que habitam aquela região e lógico, que pela qualidade das apresentações que casaram muito bem com o gosto do público.

Muitos queriam tirar fotos, comprar folhetos ou simplesmente dizer: - Olha eu sou da terrinha!
Se eu já havia me encantado no primeiro momento com o convite, encantei-me muito mais com o desenrolar dos acontecimentos.

Sem querer puxar a brasa para minha sardinha e já puxando digo: - Sinto-me envaidecida com os aplausos e a aceitação do publico que muito contribuiu para que eu me soltasse no palco levantando a bandeira da mulher cordelista, participativa e nordestina.

Aqui deixo meus mais sinceros agradecimentos, pela acolhida, pelos aplausos e pelas alegrias por mim vividas em terras tocantinenses.
*
Texto e fotos de Dalinha Catunda

Escolhi três fotos para ilustrar esta postagem:
A primeira dando andamento ao meu recital: Sertaneja, Sim Senhor!
A segunda conhecendo o palco onde eu atuaria.
A terceira a inesquecível platéia



2 comentários:

RetroMomentos disse...

Parabéns!!!

Vieira Calado disse...

O Nordeste brasileiro

exerceu sempre um grande fascínio

sobre mim!


*** Não consegui comentar o primeiro poema.


Bjsss