Seguidores

quinta-feira, 4 de agosto de 2011

O REI GONZAGA

O REI GONZAGA
*
Luiz Gonzaga partiu
Mas ficou no coração
Deste povo nordestino
Que povoa esta nação
Ao ser proclamado rei
Defendendo sua grei
Reinou em todo sertão.
*
O canto do rei Gonzaga
É sagrado é oração
É um canto envolvente
Enaltecendo o sertão
O povo traz na memória
E não esquece a história
Do rei único do baião.
*
Nos programas matinais
Que animam o interior
Luiz Gonzaga inda é astro
Na boca do locutor
E canta dia após dia,
Seu canto de alegria
Mostrando seu esplendor.
*
Se dizem que quem foi rei
Nunca perde a majestade,
O velho lua confirma,
Que realmente é verdade.
O nosso cabra da peste
Será sempre o rei agreste
Um rei que deixou saudade.
*
Texto Dalinha Catunda
Foto:mpbnet.com.br
Visite: www.cordeldesaia.blogspot.com
www.rosarioecordel.blogspot.com

12 comentários:

✿ chica disse...

Esse nunca perde a majestade.Adoro! Lindo cordel! beijos, chica

Alexandre Mauj Imamura Gonzalez disse...

sabe que aqui no Japão ele tb fez sucesso na época? vejo ainda mto cd dele à venda aqui. saudoso mestre do forró... do forró de verdade, do bom.

bom dia Dalinha!

Dalinha Catunda disse...

Olá Chica,
Que bom que você já voltou de férias.
Passarei no sementinha.
Beijos

Dalinha Catunda disse...

Bom noite Alexandre!
O nosso Rei do Baião brilhou em muitos lugares mesmo.
Que legal ver você por aqui depois de tanto tempo.
Um abraço e seja bem-vindo!

Vanuza Pantaleão disse...

A família Gonzaga, desde Januário, pai do Gonzagão, passando pelo muleque Gonzaguinha e até o Daniel, existe para nos trazer aquele orgulho saudável de sermos brasileiros.

Valeu, Dalinha!!!

Dalinha Catunda disse...

Concordo com você Vanuza,
Obrigada pela visita.
Bjs

Rosário Pinto disse...

Dalinha, meus parabéns,
Pela sua homenagem
Gonzaga, rei do baião,
Todos trazem na bagagem
Será sempre bem lembrado,
Pois nunca cantou bobagem.

Beijos, rosário

Lúcia Bezerra de Paiva disse...

Menina,em Fortaleza,assistia Luiz Gonzaga nos palanques de políticos, nos palcos das praças. Mais "imortal" que os da ABL...eterno REI!
Feliz homenagem, Dalinha

XÊRO

Raquel Santana disse...

"Reis" como o "velho Lula", nunca perdem a sua majestade, e nem deixam de reinar de forma soberana e majestosa como até hoje acontece com ele.Deixou uma saudade de "lascar", mas temos uma eternidade de recordações, alimentadas por suas músicas inesquecíveis, que fêz o Nordeste Brasileiro ser exaltado por todo o país...Amei amiga! Saudades! Andei tendo algums problemas...mas superei a todos! Estou devendo o cordel, lembra? Muito breve te enviarei Beijos. Saúde e paz sempre!

Silenciosamente ouvindo... disse...

Nunca será esquecido, como o seu
bogue, demorei, mas voltei.
Beijinho

Samuel Lima disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Samuel Lima disse...

Querida Dalinha tbm sou de Ipueiras e já Ouvi falarem muito de vc sou muito curioso e resolvi pesquisar seus textos, q são muito bons! resolvi postar o comentário aq porque tbm e já escrevi sobre o nosso Rei do Nordeste. Gostei muito da sua poesia caso queira ler. aí o link do texto http://pensamentosereflexoess.blogspot.com/2011/05/o-rei-do-nordeste.html ; Desde já Muito Obrigado e Parabéns!