Seguidores

segunda-feira, 21 de novembro de 2011

UM LUGAR NO CÉU

UM LUGAR NO CÉU
*
Maria era católica,
Porém resolveu mudar
Virando irmã Maria
Esqueceu santo e altar.
E o santo de Canindé,
Que ela tinha tanta fé
Resolveu pra mãe doar.
*
A medalhinha sagrada,
Que tinha nossa Senhora
Um presente da madrinha,
Que foi dado em boa hora.
Ela tirou do pescoço,
Causando grande alvoroço
Pois dizem que jogou fora.
*
O seu marido, coitado,
Já entrou em depressão,
Pois é devoto fiel,
E de São Sebastião!
Não pode beber cerveja,
Pois caso Maria veja
Já começa com sermão.
*
Devota bem fervorosa,
Da virgem da Conceição
Não perdia uma novena
Não faltava a procissão.
Pagava promessa a pé
Era tanta sua fé,
Que ajoelhava no chão.
*
Deixou de lado o véu,
Deixou de lado missal,
O terço também deixou
Numa mudança cabal.
Um lugar no céu deseja,
E querendo que assim seja,
Cumpre novo ritual.
*
Espero que esta devota,
Beata lá do sertão,
Que usava terço e rosário
Gostava da confissão,
Que tem no nome de Pia
O nome da virgem Maria,
Tenha mesmo salvação.
 *
 Texto e imagem de Dalinha Catunda
A ilustração, é Santuario de Fátima, em Nova Fátima, município de Ipueiras - Ceará,
Visite Também:
www.cordeldesaia.blogspot.com



Um comentário:

carlson Frota disse...

Dalinha garimpando com minha batéia visual pude indentificar minha sogra nestes versos inteligentes.A cristiane achou uma beleza e pergunta se pode mostrar para mãe.