Seguidores

quinta-feira, 19 de abril de 2012

A DOCE BANDOLINISTA


  A DOCE BANDOLINISTA
*
A prata cobre seus cabelos
Um sorriso borda seu rosto
De posse de um bandolim
Retira acordes com gosto
No semblante de Tereza
Resplende toda beleza,
A desluzir o desgosto.
*
Com Jeito e cheia de graça,
Ela abraça o bandolim.
E com seu ar de nobreza
Para a vida ela diz sim
Nem vê o sol quase posto
Reabre o sorriso no rosto
E assim desdenha do fim.
*
Renasce a cada canção
Que dita o seu dedilhar.
Transmite tanta emoção
Dificil não se encantar.
Ela nos leva as alturas
Espargindo só ternuras
Quando começa a tocar.
*
Texto e foto de Dalinha Catunda

2 comentários:

✿ chica disse...

Ele ficar´=a feliz ao receber essa tua linda homenagem e daqui fiquei imaginando a cena linda!!! beijos,obrigado, já está lá!chica

vieira calado disse...

Olá, amiga!

Passei para inteirar-me das novidades

e deixar as minhas saudações!