Seguidores

sexta-feira, 14 de setembro de 2012

VISITANDO O CEARÁ

O açude do meu sítio em Ipueiras - Ce com pouca água

VISITANDO MEU LUGAR
*
Fui passear no Nordeste
Visitei meu Ceará,
Tenho meu cantinho lá
Naquele pedaço agreste,
Onde a seca ainda é peste
Maltratando meu rincão
Mas não largo meu sertão
Mesmo murcho e amarelado,
Pois renasce esverdeado
Quando cai chuva no chão.
*
Texto e foto de Dalinha Catunda

4 comentários:

✿ chica disse...

Não dá pra largar o cantinho lindo assim!!beijos,chica

Fred Monteiro da Cruz disse...

Quando cai chuva no chão
é demais a diferença
e aumenta minha crença
de fartura no sertão
pois dá-se a transmutação
do cinza que angustia
no verde que alumia
os olhos do sertanejo
realiza-se o desejo
e a vida é só alegria !

Dalinha Catunda disse...

Olá Chica,
Por isso vivo dividida entre o rio e o Ceará,
Bjim minha amiga

Dalinha Catunda disse...

Olá Fred,
*
Quem só conhece o sertão,
Na base da teoria
Entender não poderia
A nossa situação,
Nossa fé, nossa oração,
Nosso jeito de viver.
Vendo a chuva aparecer
Reza pra virgem Maria
Dá pulos de alegria
É nosso jeito de ser!