Seguidores

sexta-feira, 9 de maio de 2008

UMA FLOR DE MÃE


Foto: brgroups.yahoo.com
Essa poesia eu fiz em Homenagem a minha mãe: Maria Neusa Aragão

UMA FLOR DE MÃE

Flor de encanto e ternura,
Coragem da mãe de Jesus
Pelo bem de cada filho
Suporta o peso da cruz.

Flor que se torna fera,
Para defender sua cria,
Às vezes desesperada,
Invoca a Virgem Maria.

Flor de palavras sábias,
Que minha vida conduz,
Do teu ventre abençoado
Vim ao mundo ver a luz.

Flor da qual eu sou fruto,
E um dia me viu crescer,
Só após ter os meus filhos
Eu passei a lhe entender.

Agradeço a minha flor,
A sua eterna dedicação.
Meu coração está repleto
De carinho e gratidão.

5 comentários:

Jean Kleber Mattos disse...

Vida longa para D. Maria Neusa. Bela homenagem da filha Dalinha. Foi um prazer ler tão afetuosa mensagem.

Anônimo disse...

Bela e justa homenagem a dona Neusa, que como a filha também faz versos. A lembrança da mãe neste dia foi marcante no blog Cantinho da Dalinha, e como não podia deixar de ser uma homenagem especial e direta a sua genitora. Parabéns.

Bérgson Frota

Eurico de Andrade disse...

Dalinha,
Que bom ver pelo seu blog que vc anda muito inspirada. Poemas e mais poemas, quase só poemas. E o que não é poema, é um texto com muita poesia. Parabéns, poeta!

Dalinha Catunda disse...

Jean Kleber,
Dona Neuza é dura na queda mesmo. E o prazer é meu em ter você como participante crônico, como se diz lá na terrinha.
Minha mãe também é poeta, e tem uma veia cômica bem acentuada.Postei justamente esse poema no dia das mães para homenageá-la.
Eurico,
Faço versos desde criança. Meu forte é a poesia, pois ela brota naturalmente. Agradeço suas visitas que muito enriquecem meu blog.
Meu abraço a todos

Oliver Pickwick disse...

Justa homenagem à mais essencial das mulheres.
Um beijo!