Seguidores

quarta-feira, 28 de maio de 2008

A BICA DO IPU


Foto da Bica do Ipu por Malu Mourão
Este poema foi publicado dia 26 de julho no jornal "O POVO" de Fortaleza-Ceará


A BICA DO IPU

O Riacho Ipuçaba
Vem com sua correnteza
Descendo a Ibiapaba
Revelando sua beleza.
Por entre jatos e chuviscos
Despenca do precipício
Nas tramas da natureza.

Molhando a serra azulada
Serenando sobre a mata
Que brilha ao raio solar.
Tudo isso é a cascata
Onde a mais bela nativa
Que do branco foi cativa
Gostava de se banhar.

Um véu branco esvoaçante
Sai rasgando a serra azul.
Este encanto da natureza,
É a famosa Bica do Ipu
Cartão postal consagrado
O véu de noiva tão falado
Que a linda cidade faz jus.

8 comentários:

Dalinha Catunda disse...

Amigos,
A semana dedicada ao Meio Ambiente se aproxima e aqui estarei a postar textos sobre as maravilhas que a natureza nos oferece e muitas vezes não sabemos aproveitar.
A Bica do Ipu é uma bela cachoeiras, citada no Romance de José de Alencar. Ali reza a lenda, que a índia Iracema tomava banho e lavava seus cabelos.
Ipu é uma bela cidade que fica no interior do Ceará.
Dalinha Catunda

Anônimo disse...

Ipu e sua bica são eterna fonte de inspiração a poetas e cronistas ricos de rima e idéias. Parabéns pelo belo trabalho Dalinha.


Bérgson Frota

Airton Soares disse...

Dalinha

Li reli e tresli "A BICA DO IPU"

Parabéns!
Você leva jeito..traz jeito e tem trejeito pra escrever.

= = = = = = =
Será uma honra para nós ipuenses ter sua poesia publicada em nosso site.
Bjs
AS
http://airton.soares.zip.net

António Inglês disse...

Dalinha

Antes de mais desejo-lhe um óptimo domingo e espero sinceramente que tudo corra bem em sua vida.
Depois quero agradecer-lhe esta lindíssima foto que nos mostra um local que eu desconhecia por completo.
Esta "Bica do Ipu" é simplesmente fabulosa.
A natureza brinda-nos com imagens como esta e fico a pensar como é que o homem tem coragem de cometer verdadeiros atentados contra ela.
Há que estarmos alerta para que o ambiente que nos rodeia seja preservado, para nosso bem e dos nossos vindouros.
Um grande abraço.
António

António Inglês disse...

Desculpe voltar, mas esqueci-me (coisas da idade) de lhe dar os parabéns pela brilhante prosa.
Bom domingo e... boa semana que se aproxima a olhos vistos.
António

Jean Kleber Mattos disse...

Estive na Bica do Ipu em janeiro, você sabe, e apresentei-a à minha turminha. Sempre um prazer. A água caindo e correndo e aquele povo seminú desfrutando. Parabéns pela homenagem ao esplendor da natureza de nossas plagas.Abração.

Anônimo disse...

eu moro no ipu na bica ta sem agua

Anônimo disse...

eu moro no ipu na bica ta sem agua