Seguidores

sexta-feira, 25 de junho de 2010

SÚPLICA



SÚPLICA

Ó santa mãe de Jesus,
Que tanto chorou na cruz,
Poupe-me deste sofrer.
Não deixe esta tua filha,
Que também é uma Maria,
Neste mundo padecer.
*
Não deixe estampado em meu rosto,
A marca de tanto desgosto,
Que a vida nos oferece.
Não deixe apagar meu sorriso,
Preserve os meus amigos,
E conservarei minhas preces.

Texto: Dalinha Catunda
Foto retirada do blog: coraçãofiel.com.br

4 comentários:

SAM disse...

Dalinha, querida amiga

uma poema- prece que sensibiliza pelo teor e beleza. Obrigada. Amém!



Beijos, com carinho.

Santa Cruz disse...

Dalinha; linda Súplica pareceu-me uma Súplica que eu fiz a pdir a Deus que tirasse o sofrimento a uma das minhas belas e eternas flores que estava doente, é um poema com ov teor de grande beleza.
Um beijo:
Santa Cruz

ParadoXos disse...

um texto puro, sensível e leve como um verdadeiro poema!!


um beijinho grande

hedu

Suely Criações Artesanais disse...

Parabéns minha amiga,seus poemas me prendem,parabéns!
Um forte abraço e que Deus a abençõe para que continues a nos brindar com seu talento!
Suely