Seguidores

segunda-feira, 30 de agosto de 2010

VOLTANDO DE IPUEIRAS


Foto: Acervo do blog. Corrida de jegue em Ipueiras

VOLTANDO DE IPUEIRAS
*
Amigos, sumi um pouco.
Estou de volta ao lar.
Quando a saudade aperta
Vou visitar meu lugar.
Minha cidade querida,
Onde passei minha vida,
Até resolver migrar.

*
Fui rever a minha terra,
Visitar o meu torrão.
Abraçar os meus amigos,
E também cada irmão.
Meus pais estão velhinhos
Deles recebi carinhos,
Que guardo com emoção.
*
Degustei comidas típicas,
Primores do meu sertão.
Gostoso baião de dois,
E paçoca de pilão.
Matei a minha saudade.
Visitando minha cidade
Mimosa flor do sertão.

6 comentários:

SAM disse...

Bem vinda, Dalinha! Que delícia todo este amor e ternura em versos.


Carinhoso beijo e ótima semana, amiga querida.

RetroMomentos disse...

Que delícia!!

Chica disse...

Linda volta!Que bom te ver e já estás nosementinhas,Obrigado,beijos,bom retorno!chica

Tereza Mourão disse...

Bom retorno amiga querida, estavamos sentindo sua falta, mas como foi para uma boa causa, visitar a nossa Ipueiras, fico feliz porque assim saberei das ultimas novidades em forma de versos ou prosa, que contados por vc ficam melhor ainda. Bjos no seu coração.

Licínio Filho disse...

Oi Dalinha,
é bom tê-la de volta.Voltar ao torrão natal é sempre bom, revigora o espírito e alegra a existência.
Abração.

FátimA RochA disse...

Dalinha parabéns pela originalidade com que escreves.
Tenho lido suas poesias que tem cheiro de terra.