Seguidores

quarta-feira, 9 de janeiro de 2013

O TOQUE DO VENTO

Dalinha Catunda
O TOQUE DO VENTO
*
O vento soprava brando
E eu comecei a notar
Um doce canto chegando
Se espalhando pelo ar
Vinha da carnaubeira
Que farfalhava faceira
Tendo o vento a lhe tocar.
*
Eu quis sentir mais de perto
O mesmo vento ladino
Vento macho buliçoso
Do meu sertão nordestino
Junto ao tronco da palmeira
Como sempre fui matreira
Senti o frescor divino.
*
Texto e foto de Dalinha Catunda

5 comentários:

✿ chica disse...

Lindo vento que te tocou,Dalinha!! beijos,tudo de bom,chica

edumanes disse...

O toque do vento
Que forte soprava
Dor e sofrimento
Com o vento voava!

O seu vento nordestino
Para o sentir se encostou à palmeira
Depois seguindo o seu destino
Encontrou a felicidade verdadeira!

Junto da natureza
Andava você a sorrir
Feliz com a sua beleza
Seu vento nosdestino a sentir!

Desejo uma boa noite para você,
amiga Dalinha,
Um beijo
Eduardo.

Bergson Frota disse...

O Toque do Vento, atiça nosso pensamento, uma poesia pequena, mas de grandeza emocional e rítmica incrível.

Francisco Domingues disse...

Olá, Dalinha! Passei para lhe desejar Bom Ano 2103 e deparei com um vento cheio de poesia. Lindo! Mas mais um ano em que cada momento é único e irrepetível, pois o primeiro do resto da N/ vida! Então, não o podemos desperdiçar com mesquinhices e outras tolices. Muito menos com tristezas: o sorriso é sempre a melhor opção! Como dizia o actor: "Faça o favor de ser feliz!", enquanto é tempo...
E porque não uma visitinha e um comentário ao meu blog "Em nome da Ciência"?

Merie Dietz disse...

eii, ameiii seu blog. Visita o meu tbm. Bjus marilene.
www.meriedietz.blogspot.com.br