Seguidores

domingo, 28 de julho de 2013

MEU TESTEMUNHO

MEU TESTEMUNHO!
*
Nasci e fui batizada
Como manda a tradição
Recebi nome de santa
Logo dois na ocasião
Antes de Lourdes, Maria!
Como minha mãe queria
E não houve objeção.
*
Fui crescendo e aprendendo
Com tia Isa a oração
Quando aprendi a rezar
Fiz primeira comunhão
Fui anjinho no altar
Nos festejos do lugar
Chamado coroação.
*
Gostava de me entranhar
Nas quermesses corriqueiras
Conceição era a rainha
Entre santas padroeiras
Vendo a santa no andor
Cantava em seu louvor
Nas procissões de Ipueiras.
*
Até gostava da missa
Mas detestava sermão.
Começando a namorar
Larguei logo a confissão
Na confissão coletiva
Eu passei a ser ativa
E a meu Deus roguei perdão.
*
Cresci e multipliquei
Mas perdi o paraíso.
Pedras foram atiradas
Mas não tive prejuízo
Tive que dizer adeus
Mas comigo tinha Deus
Que resguardou meu juízo.
*
Ainda faço promessa
Como nos tempos d’então
Costume que aprendi
Vivendo no meu sertão
Na hora da Ave Maria
Eu faço o que mãe fazia
Me benzo e faço oração.
*
Eu não vivo a lamber hóstia
Nem me encharco d’água benta
Banco duro de igreja
Minha bunda não esquenta
Mas vendo o Papa Francisco
Esqueço meu jeito arisco
Pra ser católica atenta.

*
Versos de Dalinha Catunda
Foto: veja.abril.com.br

3 comentários:

Cidália Ferreira disse...

Bom dia

Muito bem, concordo...
sou igual... Este Papa agrada-me.

Tenha uma boa semana
beijo
http://coisasdeumavida172.blogspot.pt/

✿ chica disse...

Muito bom! Ele realmente agrega, aarinha! Também não sou de nada disso ,ams gosto dele! beijos,chica

Ricardo- águialivre disse...

Bom dia

Simplesmente...DIVINAL, Parabéns.

Fique feliz
*****************
Querendo e/ou podendo, visite(m)-me

http://pensamentosedevaneiosdoaguialivre.blogspot.pt/