Seguidores

terça-feira, 22 de março de 2011

SOU DO INTERIOR

Paisagem do meu sítio em Ipueiras-Ceará

SOU DO INTERIOR!
*
Eu nasci no interior,
Lá vivi com muito gosto.
Correndo pela campina
Sentindo vento no rosto
Hoje morro de saudade
Pois vivendo na cidade
É bem grande meu desgosto.
*
Texto e foto de Dalinha Catunda

5 comentários:

chica disse...

Eu concordo contigo...Saudades da vida mais calma!!!beijos,obrigado e já está lá!Adorei!chica

Vieira Calado disse...

Também eu preferia viver no campo...

com, aliás, me enconteceu

entre os 3 e os 6 anos de idade...

Saudações poéticas

RetroMomentos disse...

kkk Chega até ser engraçado. Adoro a forma como coloca seus sentimentos. Bjs

Anne Lieri disse...

Dalinha,não há mesmo comparação entre interior e cidade grande!É delicioso morar no interior,com aquele sossego do campo....linda poesia!Bjs,

Anônimo disse...

Dalinha, você já não pertence nem ao sertão, nem a cidade. Hoje você é da poesia e dos seus seguidores. Enquanto o sertão adoça sua poesia, a cidade dá cores mais vibrantes e um sabor mais forte, que você aproveita muito bem. Parabéns!

Eduardo.