Seguidores

quarta-feira, 27 de abril de 2011

BALAIO DE SOGRAS

BALAIO DE SOGRAS
*
Aqui neste meu balaio
Amigo, muita atenção.
Tem sogra pra todo gosto,
Tem muita reclamação!
Não é minha a grosseria
Apenas faço poesia,
Com a voz da população.
*
Mas também tem elogios
E boa declaração,
De quem adora a sogra
E por ela tem afeição.
Porque tem sogra querida
Sendo também exibida
Nesta minha explanação.
*
Eu ainda não sou sogra
Porém um dia vou ser.
Vou tratar minha nora,
Do jeito que merecer.
Se for pessoa educada,
Serei sogra camarada
E confesso, com prazer!
*
Agora quero falar,
Da sogra de muita gente.
Dos que detestam a sogra
E de quem está contente.
Há sogra que ninguém quer,
Mas tem a boa mulher
Que não é sogra é presente.
*
Ao olhar pra minha sogra
Bate-me uma aflição,
Vejo que minha mulher,
Tem dela a mesma feição.
A velha era ajeitada
Mas agora pregueada
Está o retrato do cão.
*
Se ter sogra fosse bom,
Uma teria Jesus.
Mas antes de se casar
Morreu pregado na cruz.
E deixou para os terrenos
As sogras e seus Venenos
Coisa que não me seduz.
*
Pra sogra do meu marido,
Faço versos, faço loa.
Neste mundo nunca vi,
Uma sogra assim tão boa.
É um poço de ternura,
Essa gentil criatura
Maravilhosa pessoa.
*
Minha sogra diz que é boa,
Mas na verdade é cruel.
Sua palavra mais doce,
Amarga mais do que fel.
Estou vivendo um tormento,
Conflito no casamento,
Por causa da cascavel.
*
Vou pagando meus pecados
Desde quando me casei.
Uma sogra como a minha,
Ter eu nunca imaginei.
É sebosa, fuxiqueira,
Metida a presepeira,
Da velha já me cansei.
*
Minha sogra é divina!
A coroa é um mulherão.
Não vou dizer que é um Boeing,
Contudo é um avião.
É uma coroa sarada
Já foi recauchutada,
Porém dá um bom pirão.
*
De sogra quero distância.
Ela não vem no pacote.
Se ela mora no Sul,
Eu volto para meu Norte.
Pois sogra não é parente
É apenas aderente,
Praga ou falta de sorte.
*
Minha sogra é ignorante,
Minha mulher diz te arreda.
A sogra mandei pro diabo,
A mulher mandei a merda.
E nas duas baixei a lenha,
Tem lei Maria da Penha,
Mas a justiça é lerda.
*
Minha sogra é bondosa,
Comparo a virgem Maria.
Mãe de uma santa Mulher,
Que só me trouxe alegria.
Quando resolvi casar,
E subir naquele altar,
Acertei na loteria.
*
Coitado do meu sogro
Sofre com a mulher que tem,
Eu, aqui na minha casa,
Sofro com a minha também.
Tanto a mulher como a sogra
São da família de cobra,
Das que mais veneno tem.
*
Minha sogra quando ri
Parece que faz careta.
Totalmente desdentada
Tem a cara do capeta.
Pernas, só vendo a finura
Parece uma saracura,
Inda por cima é zambeta.
*
De cobra bem venenosa,
Também de bruxa malvada,
A coitadinha da sogra,
Muitas vezes é chamada.
Mas às vezes é tão boa
Tão gentil como pessoa
Que pela nora é amada
*
Sogra boa eu lhe digo,
É igualzinha a macaxeira,
Só presta bem enterrada
Não estou dizendo besteira
A que lá em casa tenho,
E que até hoje mantenho
Já puxou até peixeira.
*
28 de abril é o dia da sogra, aqui tem sogra para todos os gostos


Texto:Dalinha Catunda
Visite também:www.cordeldesaia.blogspot.com
www.rosarioecordel.blogspot.com

11 comentários:

✿ chica disse...

rssssss...e eu sou sogra...Mas não tive... Lindo cordel, humorado e legal de ler! beijos,chica

RetroMomentos disse...

hahaha divertido!

AC disse...

:))
Tem razão, há sogras e sogras.

Beijo :)

Lúcia Bezerra de Paiva disse...

Se a minha tivesse sido legal, eu diria, já se foi, era uma "naja"...
Faz falta, ao meu marido!
Gostei desse balaio.
Feliz Dia da Sogra!
Beijos, Dalinha

Vieira Calado disse...

Ai, o raio da velha!


Bjjsss

Estela disse...

É mesmo um balaio de gatos, esse balaio de sogras... é miado por todo lado (rss).
Adorei!
Bjs.

Ana Maria disse...

Adorei o balaio das sogras! Sou sogra, mas tenho certeza que as noras e meu genro não têm o que reclamar . Porque sou assim, se não posso ajudar, não atrapalho. Faço tudo para agradar sem sufocar.
Obrigada pela visita e pela sua amizade!
Beijinhos iluminados!

Esqueci-me, tenho sogra, e faço tudo para agradá-la.

Raquel Free & zK Diniz disse...

querida amiga, eu fui "contemplada" duas vezez por sogras terríveis, tanto no primeiro casamento, quanto no segundo. Ambas, é como um amigo na sua sabedoria de genro fala: "sogra bôa, é como mandioca, só presta a que está enterrada". Espero ser uma excelente sogra no futuro, para a minha nora e meu genro.
ADOREI!Como sempre, você é maravilhosa! Fica ligada< "tô" fazendo um cordel para você. Breve vai está pronto. Não ficará como os teus,esse dom você tem como poucos, mas vou tentar chegar o mais próximo possível. Beijão da amiga de sempre. Raquel Free

Tais Luso disse...

kkkkkkkk, tem sogra pra todos os gostos, mas acho que quase todas nunca são bem-vindas!

Porém acho que não tem o
Dia do Sogro, não lembro, Dalinha!

Aqui já disse: podem casar, mas nunca terão uma sogra, serei imparcial! Que se virem.
Adorei teus versos, porém quase todos descendo a lenha! kkkkkk

Um beijo pra você
Tais Luso

Simone Moura e Mendes disse...

Hilária... Formidável! Haja criatividade, menina! Meu marido dizia - minha sogra faleceu (era ótima) - que a única que prestava era a sogra da mulher do irmão dele. Ele gosta muito da dele - ela no norte,ele no sul (é brincadeira). Bjs

Anônimo disse...

Todos falam da sogra...
Uma coisa nunca li em lugar nenhum...
Criou o filho dando o melhor de si: Não escolheu a quem entregar...
Mas deu o que tinha de mais sagrado
"O FILHO" Pensaram nisto?
Para voce o que tem de mais sagrado que um filho?
Dai por diante a "sogra tem de saber: Agora e outra familia outro nucleo onde criarão seus filhos e a "historia se repetia"
O mais importante de tudo e esperar o respeito mutuo
Saibam que ela nunca deixara de ser a mãe e ele o filho memo em outro nucleo