Seguidores

sexta-feira, 29 de abril de 2011

ARAGEM

ARAGEM

O desnublado do dia
Enchia-me de alegria
E eu me entregava ao prazer.
De ver o dia surgindo,
Nos braços de um vento menino
Que vinha minha pele lamber.
A Brisa que me acaricia
Meu corpo todo arrepia,
E eu invoco você,
A participar desta dança,
De vento e mulher criança,
Antes do anoitecer.
 *
Texto Dalinha Catunda
Foto:.photobucket.com/.../Marota/tentaodoMar.jpg post

5 comentários:

✿ chica disse...

Deu pra sentir essa linda aragem daqui...

beijos,ótimo fds,chica

RetroMomentos disse...

Que beleza! Bjs

Lúcia Bezerra de Paiva disse...

Dalinha, querida,
aragem, é comigo mesmo,
entro nessa dança,
com o maior prazer...

Cheiros mis...

Mgomes - Santa Cruz disse...

Dalinha: Lindo poema peço desculpa por andar um pouco fugido, mas tenho tido muito que fazer, sabes que sou diacono da Igreja católica e tenho o tempo mais ocupado. Mas não me esqueço das minhas flores.
Beijos
Santa Cruz

Jadson Xavier (JATÃO) disse...

POÉTISA DALINHA CATUNDA
NÃO SEI QUAL FOI O MOTIVO
MÁS NA CIRANDA DO VELHO OU NOVO
O MEU NÃO ESTAR MAIS ATIVO
SERÁ DA INTERNET A FALHA?
OU SERÁ UMA FARFALHA
POR NÃO SER BEM CRIATIVO

TEXTO: JATÃO