Seguidores

terça-feira, 5 de abril de 2011

PIAUÍ, CAJUINA E BURITI


PIAUÍ, CAJUÍNA E BURITI
*
Quando fui para o Nordeste,
E passei no Piauí.
Numa bodega de estrada
Eu parei para um xixi.
Em cima do balcão
Pra minha satisfação
Vi doce de buriti.
*
Tanta foi minha alegria
Que não pude me conter
Eu comprei cinco pacotes
E já comecei a comer.
Para matar a vontade
Lambuzei-me de verdade
Até me satisfazer.
*
Iguaria do Nordeste
É coisa que me fascina
Na tal bodega comprei
Garrafas de cajuína
Depois da compra feita
De lá saí satisfeita
Parecendo uma menina.
*
E saí lambendo os beiços
Com dentes amarelados.
Sentindo o gostinho azedo
Dos velhos tempos passados
Da sembereba e farinha
Que na minha terra tinha,
Sabores apreciados!
*
Foto do blog do meu amigo João Alberto Ananias
Texto de Dalinha Catunda
Visite também: www.cordeldasaia.blogspot.com

4 comentários:

✿ chica disse...

Que bom voltar e reencontrar sabores da infância.Tem mais que lamber os beiços,rrs beijos,chica

João Ananias disse...

Olá Dalinha,
Fico feliz por enaltecer os produtos piauiense. Se você passou pela cidade de Picos, faltou encontrar também o Mel de abelha e a saborosa Castanha de cajú, produtos na qual a região é a maior produtora. É muito prazeiroso saborear e se lambuzar com doce de buriti e depois se deliciar com uma cajuína bem geladinha.
Gostei da escolha da foto e obrigado pela citação do Blog Conhecendo o Piauí.
Grande abraço.

Dalinha Catunda disse...

Olá Chica,
Obrigada por ser uma presença constante e querida em meu blog.

João,
O interior de minha cidade no Ceará, ou seja, Ipueiras, já é limite com seu Piauí.
Comi tudo que tinha direito e mais alguma coisa. Amo castanha!!! fui menina levada assando castanha n flandre furado e jogando areia em cima para apagar o fogo.
Na estrada, amei as pedras maravilhosas e me encantei com a infinidade de cajueiros as margens das rodovias.
Um abraço carinhoso,
Dalinha

Lúcia Bezerra de Paiva disse...

Ao Piauí, falta inda eu ir
Sei da sua riqueza e beleza
Cajuina, há sempre aqui
Encontro lá e alí
Sabor inigualável,tem o Buriti
Delícia igual, eu nunca vi...

Dalinha, quis provocar minha veia
cordelista...rsrsrs...até que não fui tão ruim...

Gostava, também das esteiras de buriti, que eu comprava aqui no nosso mercado - "made in Piauí" -
para levar para o Rio, quando eu vinha de férias ao Ceará...macia,macia...para deitar nas praias de Copacabana...e nas de Iracema...

Valeu, juntar esse trio na poesia!
Beijos
Lúcia