Seguidores

domingo, 3 de junho de 2012


ABRACE A PRESERVAÇÃO
*
Estão derrubando as matas
É grande a devastação.
O clima anda mudando
Falta conscientização
Chora a mãe natureza
Que perde sua riqueza
Vendo mais pobre seu chão
*
Tudo vai virando cinzas
Só por conta das queimadas.
A fumaça vai subindo
Poluindo outras camadas,
E a desertificação,
Vai aniquilando o chão,
Cumprindo suas jornadas.
*
Preservar a natureza,
Garanto-lhe meu irmão,
Muito mais do que modismo
Hoje é nossa obrigação
O planeta está doente
Seja bem mais consciente
Abrace a preservação.
*
Texto e foto de Dalinha Catunda

Um comentário:

Tais Luso disse...

Oi, Dalinha, que tristeza! Bem que a alegria você canta e manda bem; Mas mais lindo de tudo é ver você brigar pelo amor à sua terra. Aplaudo!

beijão grande
Tais