Seguidores

terça-feira, 6 de março de 2012

AMANCEBADA


AMANCEBADA
*
Eu casei na Igreja verde,
A Deus não peço perdão,
O cartório e a igreja
Dispensei na ocasião
Eu fiz o meu edital
E não precisei de aval
Ao recusar certidão.
*
Nunca quis ser bem certinha
Nem seguir a procissão
Eu já nasci pecadora
Diz minha religião
Sou batizada e crismada
Nunca fui excomungada,
Mas não gosto de sermão.
*
E quando alguém me pergunta
Se sou solteira ou casada,
Eu respondo bem ligeiro:
Sou mesmo é amancebada!
E vejo quem me arguiu
Fazendo que não ouviu
Saindo desapontada.
*
E não venham me pedir,
Meu álbum de casamento
As bodas disso ou daquilo
Bobagens eu não aguento.
Acho que a felicidade
Se faz com cumplicidade,
E jamais com juramento.
*
Foto e texto de Dalinha Catunda

9 comentários:

Edificarte disse...

Bom dia

Um salmo, sem motivo especifico por ter deixado no seu blogger, mas especifico para que leia as Escrituras de Deus, pois ela sempre fala ao nosso ser.


SALMO 19
1 OS céus declaram a glória de Deus e o firmamento anuncia a obra das suas mãos.
2 Um dia faz declaração a outro dia, e uma noite mostra sabedoria a outra noite.
3 Não há linguagem nem fala onde não se ouça a sua voz.
4 A sua linha se estende por toda a terra, e as suas palavras até ao fim do mundo. Neles pôs uma tenda para o sol,
5 O qual é como um noivo que sai do seu tálamo, e se alegra como um herói, a correr o seu caminho.
6 A sua saída é desde uma extremidade dos céus, e o seu curso até à outra extremidade, e nada se esconde ao seu calor.
7 A lei do SENHOR é perfeita, e refrigera a alma; o testemunho do SENHOR é fiel, e dá sabedoria aos símplices.
8 Os preceitos do SENHOR são retos e alegram o coração; o mandamento do SENHOR é puro, e ilumina os olhos.
9 O temor do SENHOR é limpo, e permanece eternamente; os juízos do SENHOR são verdadeiros e justos juntamente.
10 Mais desejáveis são do que o ouro, sim, do que muito ouro fino; e mais doces do que o mel e o licor dos favos.
11 Também por eles é admoestado o teu servo; e em os guardar há grande recompensa.
12 Quem pode entender os seus erros? Expurga-me tu dos que me são ocultos.
13 Também da soberba guarda o teu servo, para que se não assenhoreie de mim. Então serei sincero, e ficarei limpo de grande transgressão.
14 Sejam agradáveis as palavras da minha boca e a meditação do meu coração perante a tua face, SENHOR, Rocha minha e Redentor meu!


Abraços
Jesus Cristo te Ama!
Ele é o Caminho a Verdade e a Vida

✿ chica disse...

Que lindo e autêntico. O verdadeiro casamento se dá no amor entre as almas que se encontra,...Linda foto! beijos,chica

Amancebada ou casada, importa é ser feliz.Um pedaço de papel nada muda!

Gracita disse...

Oi Dalinha,
A felicidade não consiste num pedaço de papel e sim na comunhão de duas almas. Parabéns pelo texto. Maravilhoso e autêntico. Sua foto está lindaaaaaa. Parabéns!
Sinta-se acarinhada pelo meu abraço.
Gracita

Anônimo disse...

Aplausos para a poetisa e para a modelo.

Eduardo

Anônimo disse...

Voce está certa demais,
Nisso pode acreditar,
Num é um papel passado,
Que faz a união do lar,
Tem que ter compreensão,
Acrescida de tesão,
E vontade de amar.

Maniçoba

MANIÇOBA disse...

Oi, Dalinha,

Não raro acesso o Cantinho da Dalinha.
Hoje, inspirado no tema, resolvi fazer uma trovinha.

Abraços
Maniçoba

Maniçoba disse...

Dalina tu és bonita,
És uma mulher formosa,
Trajando este robe branco,
Voce fica mais charmosa,
Porém nao posso afirmar,
voce pode não gostar,
Que usas óleo glotosa.

Maniçoba

Maniçoba disse...

Esta rosa no seu colo,
A todos chama a atenção,
Do Engenheiro, e doutor,
Ao do caboclo do sertão,
Que não tem medo de nada,
Enfrenta onça pintada,
E é fã de Lampião,

Blog do Riacho disse...

Este foi de lascar! Perfeito! Sem demagogia. rsrrsrssrs
João