Seguidores

sábado, 31 de março de 2012

AQUI É ATA


 AQUI É ATA!
.
Uma das frutas que gosto,
E agrada meu paladar
Ô frutinha saborosa!
Eu como sem abusar.
É conhecida por ata
Que no pé agente cata
Bem antes de madurar.
.
Se você diz que é pinha,
Eu bem sei que pode ser.
Chamar de fruta-do-conde
Também não vou rebater.
Mas aqui no meu sertão
Dá que faz lama no chão
E é ata, se quer saber.
.
Texto e foto de Dalinha Catunda

12 comentários:

Fênix27 disse...

Fruta deliciosa,fruta que foi muito a mesa dos nobres, na época de Império no Brasil.D.João VI comia até se empapuçar.
Aqui em casa, é uma festa quando as pinhas,as atas,as frutas do conde aparecem nos mercados e nas feiras livres.
Sua poesia merece aplausos,por enaltecer esta fruta doce e maravilhosa.
Tenha um lindo domingo,com gosto eo doce da "ATA".
Bjos.

Blog do Riacho disse...

Num é que deu fome agora! Eita ata bonita!

Gracita disse...

Oi Dalinha,
Não conhecia esta fruta por este nome. adorei saber esta novidade. Lindo poema.
Neste domingo de Páscoa, gostaria de desejar a você muita paz e harmonia. Que você tenha um reencontro consigo mesmo e que as portas que Ele já abriu conduzam realmente a um caminho de muita luz, renovação e libertação.
Beijo grande
Gracita

Dalinha Catunda disse...

Fênix,
Também amo esta deliciosa fruta.
Boa páscoa para você e obrigada pelos aplausos e as palavras carinhosas.
Dalinha

Dalinha Catunda disse...

Olá João,
Obrigada pela visita e pela postaem em seu blog.
Um abraço,
Dalinha

Dalinha Catunda disse...

Querida Gracita,
Sou grata pelo seu carinho, desejo também tudo de bom para você, nesta pascoa e sempre.
Bjim,
Dalinha

Anônimo disse...

Dalinha esta ata foi sevida no dia 31/03/2012, já está muito madura. Nós que somos seus fãs estamos carentes de novas poesias. Dia 19/04 é dia do indio, você acha que eles merecem um poema seu?

Um beijo,

Eduardo

Jean Kleber disse...

SAUDADE DE VOCÊ, AMIGA!
JEAN, HELOISA, VANESSA E IVAN

Tais Luso disse...

Oi, Dalinha, saudades, menina!
Que frutinha esquisita, nunca vi, até gostaria de prová-la. Como esse Brasil é imenso, há comidas que aqui, no sul, nunca ouvimos falar. E vocês também, o mesmo.
A fruta não conheço, mas seus versos continuam lindos!
beijos, amiga!
tais

Dalinha Catunda disse...

Olá Eduardo,
Por conta das viagens, andei me descuidando dos blogs.Também por conta de uma internet precária nas andanças deixei da atualizar.
Um abraço e obrigada pela visita.

Dalinha Catunda disse...

Querido Jean Kleber,
Também tenho muitas saudades de vocês.
Heloisa Vanessa e Ivan. Quando forem ao Ceará me avisem. Tenho saudades de Brasília mas por enquanto não tenho previsão de ida para estes lados.
Meu beijo para todos

Dalinha Catunda disse...

Querida Taís,
Passei em seu blog e deixei meu comentário.
Muito bom tê-la aqui de volta.
Esta frutinha é muito gostosa.
Obrigada pelas palavras carinhosas.
Bjim,
Dalinha