Seguidores

quarta-feira, 20 de fevereiro de 2013

ARRANCA - RABO


ARRANCA-RABO
*
Discuti com um chifrudo
Um tal de venta suada
Ele só tinha zuada
E como era linguarudo!
Apesar de ser parrudo,
Não corri da discussão
Aguentei bem a pressão
Comecei a tourear
Fiz o bicho se enfezar
Pra minha satisfação.
*
Esse filho de uma vaca
Eu fui matando na unha
Foi mais fácil que eu supunha
E nem precisei de faca
Eu estava com a macaca
Confesso de sangue quente
Vendo o boi impaciente
Fiz da língua meu chicote
Fiz o bruto dar pinote
Até me olhar diferente.
*
Texto de Dalinha Catunda
Xilo de Erivaldo

2 comentários:

Nicole Nicolela disse...

Dalinha, há quanto tempo nao passava aqui... Como é bom voltar e sentir esse ritmo tão delicioso!

✿ chica disse...

rs,,, Bota arranca rabo legal!! beijos,chica