Seguidores

quinta-feira, 23 de outubro de 2008

IPUEIRAS, UMA PAIXÃO



IPUEIRAS tem como distritos:São José, Eng. João Tomé,Livramento, Gaséa, São José de Lontras, Balseiros, Nova Fátima, América, Matriz de São Gonçalo e Alazans.

Ipueiras, uma paixão

Sou nativa desta terra,
Dela não abro mão.
Quando enterrei meu umbigo,
Criei raiz neste chão.
Não troco por nada no mundo,
Meu pequenino rincão.

Cercada de morros e serras,
Sua paisagem é um primor.
Seria uma obra prima,
Se a retratasse um pintor,
Lá do alto onde se encontra,
Nosso Cristo Redentor.

Obra de Mestre Pedro Frutuoso,
Vê-se o arco triunfal.
Uma homenagem a virgem,
Peregrina de Portugal.
É a coroação de Fátima,
Uma festa sem igual.

Imponente lá no morro,
A imagem do Redentor.
Cristo de braços abertos,
Nosso eterno protetor.
A natureza abriga,
A arte de um escultor.

A igreja e sua torre,
Um sino a badalar.
Meninos jogando bola,
Na rua, no patamar.
São as fragrantes saudades,
Perfumando meu lembrar.

Uma ponte corta o rio,
Uma saudade corta o ar.
Sou uma cacimba cavada,
No leito do Jatobá.
A água que brota é o pranto,
Que choro distante de lá.

É assim minha Ipueiras,
Berço da felicidade.
Onde vivi minha infância,
E gozei a mocidade.
Ficar distante é portanto,
Viver remoendo saudades.

Fotos e dados foram retirados do Site oficial de Ipueiras

4 comentários:

Sávio Aragão disse...

Minha querida tia criativa como sempre,vc e a tia que eu mas gosto querida no proximo ano estarei de voltar a nossa querida terrinha estou morendo de saudades de la e de vc tambem, abraços tia e fik com Deus, continue assim
e meu tel e 061 8186-2113......

Bérgson Frota disse...

Ipueiras está imantada em toda obra de Dalinha Catunda, é ela a fonte que inspira seus poemas e lhe dar a inspiração para suas belas criações. Parabéns por este rico trabalho.

Nadir disse...

Dalinha
Linda homenagem à sua Ipueiras querida!
Poucos conseguiriam retratá-la tão bem...
Abraços e meu agradecimento por sua mensagem deixada em meu espaço no Recanto das Letras.
http://www.nadirdonofrio.com

Dalinha Catunda disse...

Oi Sávio, tambem te adoro meu lindo. Gosto quando você está em Ipueiras, pois além de aparecer lá na casa grande, também saimos juntos. Vou te ligar.

Bérgson,
Gosto muito do seus comentários, sempre que posto algum texto, vejo se você já deixou sua marca.Realmente Ipueiras e minha fonte maior de inspiração. É um amorzão que não acaba mais.
Obrigada pelos constantes comentários.

Nadir, gostei de seus poemas declamados e com certeza voltarei mais vezes, obrogada pelas palavras carinhosas.