Seguidores

terça-feira, 7 de outubro de 2008

NOS ACORDES DA VIOLA


Imagem retirada do blog: Cultura Nordestina
Dia 8 de outubro é o dia do Nordestino.
Aqui, minha homenagem.

Nos Acordes da Viola

Sou caboclo nordestino,
Sou moleque, sou menino,
Sou poeta e cantador.
Quando pego na viola,
Meu peito tristonho chora,
E ela geme de dor.

Às vezes eu me arrebento,
Quando vem no pensamento,
O tempo bom que passou.
É quando castigo a viola,
Aí a danada chora
Cantando cantigas que outrora,
O meu passado embalou.

Sou caboclo nordestino,
De forró sou dançarino.
De faca Sou corredor.
Com morena faceira e cheirosa,
Bastam dois dedos de prosa,
Pra lhe provar meu amor.

Andei de cavalo de pau,
No talo da carnaúba.
Cheirei a flor mais cheirosa,
Cheirei a flor da munguba.

Com o papagaio no alto,
Lata e linha na mão,
Corri por toda cidade,
Brincando de pé no chão.

Brinquei de bola de gude,
Brinquei de bola de meia.
Fui um moleque feliz
Vivendo em minha aldeia

Hoje quando a saudade,
Aperta no meu coração,
Nos acordes da viola,
Vou dedilhando a canção.

O canto brota da alma,
Deste cabra sonhador.
Coração tristonho chora,
E a viola geme de dor.

4 comentários:

Izelda Maia disse...

BELÍSSIMA HOMENAGEM!
Como é belo OS ACORDES DA VIOLA,
Como é bela nossa cultura popular


Querida amiga, estive ausente por quase dois meses por está diretamente ligada a campanha eleitoral em minha cidade. Mas agora que diminuiu a correria estou de volta.

Estava com saudades.
Grande e fraterno abraço.

Henrique ANTUNES FERREIRA disse...

Olá Lurdinhas!

Já to tinha dito. Mas, tenho muito prazer em o fazer no teu Cantinho, sempre tão bonito, arranjadinho, impecável!

Cá estamos. Desta vez, creio que sem problemas. Mas, quem sabe? Tive um ror de chatices com o Google, o Gmail, uma data de porras! Mas, aparentemente os imbróglios estão ultrapassados. Assim seja. De qualquer forma – mudei tudo uma vez mais. Por isso, regista, por favor:

hantferreira@gmail.com

www.aminhatravessadoferreira.blogspot.com

Espero que seja esta a versão definitiva deste meu (e teu) blogue. Já bastou o que bastou. Apenas deixo aqui um propósito: continuar o que já tinha(mos) feito e, da minha parte, tudo fazer para que ele seja ainda melhor do que os anteriores, «mortos em combate» por fuzilamento provisório…

Vem aqui, como já o fizeste nos dois outros «definitivelmente» falecidos na generalidade e na especialidade, enterrados e desgraçados (RIP). Deixa comentários, escreve, colabora, manda fotos – insulta-me se assim o entenderes. Os gordos têm costas largas… Fico à tua espera, com esperança qb e uma pitada de ansiedade. Sal, pimenta e coentros, a teu gosto. Bom apetite. Bem-vinda

Qjs!

lili Laranjo disse...

E eu vou passando todos os dias e surpreendendo-me...
Gosto de ver coisas bonitas...
Aqui encontro.
Um beijo no teu coração

Darci disse...

Dando uma passada no teu canto que temos o privilegio de poder.Tudo que eu falar é pouco, beijao