Seguidores

segunda-feira, 28 de dezembro de 2009

SABOR DA MINHA TERRA



RECEITA DE MALASSADA
.
Sabores da minha terra,
Não consigo esquecer.
Sobretudo as iguarias
Que eu adorava comer.
A Saborosa malassada
Deixava-me encantada,
Por isso aprendi a fazer.
.
A malassada é da família,
Da omelete e do pastelão
Sempre muito apreciada,
Pelo povo do meu sertão.
É da culinária nordestina
Delícia que me fascina
Por ter sabor de tradição.
.
Três ovos batidos em neve,
É a base da malassada.
Duas colheres de farinha,
De mandioca peneirada.
Cebola, cebolinha e coentro
Você pica bem e joga dentro
De sal apenas uma pitada.
.
Agora está tudo no ponto,
Esquente numa frigideira,
Uma porção de óleo generosa,
Para não grudar nas beiras.
E ponha a massa para fritar
Vire para o outro lado dourar.
E está pronta a brincadeira.
.
Esta é a malassada básica,
Que eu comia no meu Ceará.
Mas poderá ser até diferente,
Dependendo de onde se está.
Entrando outros ingredientes,
Conforme o gosto das gentes,
E da cultura de cada lugar.

.

Imagem:quebarato.com.br

7 comentários:

Chica disse...

Que linda receita em poesia,Dalinha! Demais! beijos,tudo de bom,chica

joaquim da rocha disse...

AQUI TAMBEM É ASSIM
QUE FAZEMOS MALASSADA
FICA UMA BELEZINHA
ATÉ FAZENDO APRESSADA.

PARABENS AMIGA DALINHA, MEU NATAL FOI EXELENTE, ESTOU COM SAÚDE E MINHA FAMILIA, UM GRANDE ABRAÇO E FELIZ ANO NOVO.

Ana Paula Marinho disse...

Ah! Dalinha que forma mais criativa de receita rs, vou te dizer uma coisa. Eu sou apaixonada por comida nordestina, contudo apaixonada pela região do Nordeste neh, é uma pena eu não ter a oportunidade de conhecer. Mas voltando a poesia, eu adorei... esse seu jeito de escrever me fascina, eu já disse isso não é?!! rsrsrs

Parabéns.. e ahhh!! Feliz 2010, que você possa ter um ano cheio de amor, paz, saúde, dinheiro e muita literatura em sua vida!!

Grande beijo e fique na paz.

Victor Gil disse...

Querida amiga Dalinha.
Gostei da tua receita, ainda por cima escrita da maneira como a escreves. Só falta agora saboreá-la. Mas isso é um pouco mais difícil.
Agradeço em nome do Pedro as tuas palavras. Para mim também foi uma agradável surpresa. Pena é que a sua inspiração venha no 1.º aniversário da morte de uma amiga dele. Mas é verdade que muitas das referencias poéticas por vezes aparecem nas fases difíceis.
Um grande beijo minha boa amiga. Um Bom Ano Novo.
Victor Gil

Alvaro Oliveira disse...

Amiga DALINHA

VENHO DESEJAR-LHE UM FELIZ ANO NOVO 2010, PLENO DE LUZ, PAZ, AMOR, FELICIDADE E SAÚDE.

PASSE EM MEU BLOG, QUE TEM SELINHO DAS 4000 VISITAS PARA SI.

BEIJOS

ALVARO

João Poeta disse...

Malassada, eu nunca vi
Se visse quereria comer
Do jeito que vi a receita
Não preciso nem escrever...

Já decorei direitinho
Pena que eu não seu cozinhar
Mas já valeu muito a pena
Imaginando, pude degustar...

Se puzesse queijo de Minas
Ralado, fatiado, ou picadinho
Ficaria muito mais gostosa
Misturado com o amor da Dalinha...

O presente que você pediu
Ainda não pude embalar
Está me faltando o endereço
Para, a ti, o queijo enviar.
Abraços
João

Maria Emília disse...

Obrigada pela receita e pela sua amizade. Espero que ela vá crescendo ao longo do 2010 que está a chegar.
Um grande beijinho,
Maria Emília