Seguidores

segunda-feira, 23 de março de 2009

LEMBRANÇA DO INTERIOR


Texto e foto de Dalinha Catunda

FERRO A BRASA

Hoje você é somente
Um objeto de decoração,
Mas já foi muito importante
Em seu tempo de utilização.
Na mão das engomadeiras
Que eu via em meu sertão.

O carvão dentro do ferro
Virava brasa e esquentava,
Aos assopros da passadeira,
Que fazendo bico soprava.
Ficando o ferro no ponto
Trouxa de roupas passava.

8 comentários:

raimunda_simone disse...

EITA QUE ESSA MINHA QUERIDA AMIGA É PORRETA DE ++++++ DA CONTA.
AMIGA VOCÊ NOS DEIXA COM LÁGRIMAS,
QUANTAS ROUPAS QUEIMEI COM UMA FAÍSCA DESSE PRECIOSO FERRO A BRASAS...QUANTAS VEZES QUEIMEI OS BRAÇOS APÓS COLOCAR SOBRE A JANELA ONDE O FERRO ESTAVA..MESMO ASSIM SINTO MUITA SAUDADES.
AMIGA QUE DEUS LHE ABENÇOE...

Maria Emília disse...

Sabia lá o ferro a carvão que um dia iria receber uns versinhos tão bonitos. Que bela ideia.
Beijos
Maria Emília

Dalinha Catunda disse...

Oi Simone,
Fico feliz em te ver aqui no meu cantinho. Tempo que não conversamos, não é mesmo?
Tenho me dedicado, na medida do possivel, trazer minhas lembranças em fotografia e textos, pois sei que muita gente viaja em minhas mememórias. E é uma maneira de registrar estes resgates.
Um beijo amiga.
Dalinha

Dalinha Catunda disse...

Maria Emilia, Moro no Rio de Janeiro, Sudeste do Brasil. Porém sou nascida e criada em Ipueiras interior do Ceará, região Nordeste. Os versinhos para o ferro a carvão é uma maneira de resgatar e preservar os costumes do meu interior.
Beijos,
Dalinha

O Profeta disse...

O silêncio da solidão mora em meus olhos
Revela-se na tristeza, retém a palavra amarga
Tem a nudez de um aguaceiro de Maio
Uma garganta presa em grades que a voz embarga

Hoje a Ilha acordou presa ao silêncio
Os pássaros voaram no chão de barro frio
Esqueceram-se de subir ao azul
Lavaram as penas nas águas de um rio


Convido-te a descansar a alma nas minhas pedras de Ouro

Boa semana


Mágico beijo

lili laranjo disse...

Dalinha
a flor de porcelane é uma beleza da natureza. Em S. Tomé pude ver e afagar a rosa mais linda que eu conheço...
um beijo

Jean Kleber Mattos disse...

Punha-se o ferro de "engomar" cheio de brazas na janela para que o vento atiçasse....saudade!

19650503 disse...

tenho 5 ferro a brasa aqui em casa mi lenbro quando minha avo ficava balansando pra tira a zinza tenho muita saudade mas não perdi os costumes aqui em casa ate hoje fazo questão qui a comida seja feita em panela de ferro com banha de porco oleo de soja e so pra fritar bife fou tirar uma foto pra vç ver e ti mando o link brãção