Seguidores

terça-feira, 30 de junho de 2009

CONSELHO DE MÃE



CONSELHO DE MÃE

Minha mãe sempre dizia,
E eu sempre acreditei nela.
Se a necessidade bate na porta,
O amor pula a janela.
Por isso tratei de passar,
Muito sebo nas canelas.
Pra correr de cabra duro,
E não cair nessa esparrela.

Por Dalinha Catunda
Foto: - 2.bp.blogspot.com/.../s320mulher_correndo.jpgmagem

2 comentários:

Victor Gil disse...

Querida amiga.
Mãe sabe de tudo, mas a tua descrição é deveras maravilhosa. Até parece que estou a ouvir com sotaque e tudo o que vem do teu Sertão.
Já te disse que a minha fez agora 88 anos. É verdae.
Beijos
Victor Gil

bloguedomonstro disse...

Olá sapiente Dalinha,

costumamos não ouvir ou não gostar conselho de mãe... mas eles ficam tão "calados" e enraigados que na primeira adversidade, sua voz é que ecoa em nossos ouvidos, mesmo que distante...

Monstro