Seguidores

quinta-feira, 4 de setembro de 2008

WALDICK SORIANO


Foto retirada do:todoprosa.blogspot.com

WALDICK SORIANO

Num passado não muito distante, nós, mocinhas do interior,
Éramos surpreendidas no meio da madrugada pelo canto dos apaixonados,
Que nos prestigiavam com belas serestas.

Quem um dia no interior do Nordeste, em certa época, não ouviu de um caboclo apaixonado as canções que diziam:

“Eu não sou cachorro não, pra viver tão humilhado...”
“Fica comigo esta noite, que não te arrependeras...”
“Amigo, por favor, leve esta carta e entregue aquela ingrata e diga como estou...”

Todas essas músicas são do repertório de Waldick Soriano, representante nordestino, pioneiro no romantismo popular, rotulado de Brega.

Waldick Soriano, hoje sobe mais um degrau, foi para o andar de cima, deixando uma legião de fãs desolados com sua partida e uma infinidade de musicas que continuarão sendo cantada por seus seguidores.

3 comentários:

Odete Aragão disse...

Oi Dalinha, tudo bem?
Olha só... fiz uma surpresinha para você. Olha no meu blog: http://www.odetearagao.com/2008/09/lutando-e-vencendo.html
Odete

Bérgson Frota disse...

Dalinha, bonita lembrança deste grande artista que cantou uma época, bela e feliz de nossas vidas. Escolheu o grande artista morar em Fortaleza e dela esta manhã se despedir do mundo.Feliz lembrança.

Tereza Mourão disse...

Dalinha, querida amiga, vc como sempre arrasando em suas homenagens e a maneira como o faz. Do meu tempo de Ipueiras, entre tantas músicas tocadas na rádio vale do rio jatobá, estava Waldick Soriano com suas músicas embora Brega, mas recheada de sentimentos, coisa que não vemos nos dias de hoje. Ele ficará sim, em nossa memória, porque suas músicas a gente não esquece. Fica arquivada como doce lembrança de um passado distante mas que naquela época representava muito para nós. Gostei também de encontrar nos comentários uma tia sua, Odete Aragão e visitar seu blog, onde prestou uma linda homenagem a vc. Esta familia Aragão vai longe, graças a Deus.
Forte abraço e até breve
Teresinha Mourão