Seguidores

domingo, 28 de setembro de 2008

MANDACARU, SIM SENHOR!


Imagem retirada do site:canudossemiarido.blogger.com.br

MANDACARU, SIM SENHOR!

Não dou sombra nem encosto,
Mas não vejo defeito em mim.
Tenho um verde exuberante.
Meu fruto é da cor de carmim.
Minha flor esbranquiçada
Dignifica qualquer jardim.

Dono de uma beleza agreste.
No sertão enfeito caminhos.
Tenho um caule suculento,
Todo bordado de espinhos,
Entre pedras broto e cresço
Nem com a seca eu definho.

Sou um fiel representante
Do forte povo nordestino.
O verde traduz esperança,
Vermelho a grande paixão,
De uma gente que tanto adora:
Sua terra, seu mundo, seu chão.

Os espinhos são as agruras,
Do sertanejo tão sofredor.
A paz vinda com as chuvas,
Represento em minha flor.
Ninguém melhor do que eu,
O nordestino representou.

4 comentários:

lili laranjo disse...

Dadinha
parecem os cactos do meu quintal...
beijos

Jean Kleber Mattos disse...

Dalinha, o mandacarú é uma grande fonte de inspiração e você o aproveita muito bem. Ele de fato representa a nossa resistência nos rincões áridos do Ceará. Valeu.

Bérgson Frota disse...

Não há melhor planta para encarnar o espírito aguerrido e forte de nosso povo.A homenagem numa poesia tocante merece louvor.

Bérgson Frota disse...

Não há melhor planta para encarnar o espírito aguerrido e forte de nosso povo.A homenagem numa poesia tocante merece louvor.